acesse aqui seu
streaming favorito
    Com 11 anos de carreira, dois albuns, videoclipes e singles, a cantora, compositora e violonista goiana Litieh, residente em Brasília, acaba de lançar seu 4º single autoral, "Catiré (Na Bahia Foi), uma dança cósmica do ijexá, ritmo baiano originário da África. Na música, Litieh exalta o cenário marítimo e a ancestralidade indígena, presente na Bahia (lugar que a inspirou). No universo presente de retorno aos palcos, no show e performance da artista, ela segue a conduzir e seduzir o público por espaço-sensações de leveza, alegria e contemplação, mais alguns incendeios. Proporciona ao público uma verdadeira experiência, onde sua voz caminha por sentimentos e ideias que vivemos na modernidade. A criatividade é fluida e perpassa a música brasileira, moderna, africana, pop, que cutuca todo sentir, a se deliciar com a poética suave e densa, impressa na voz da artista e nas sonoridades escolhidas. Atualmente atua em casas de show "solo" - voz e violão; com o LR Duo , e em eventos particulares com trio ou banda. Todos os formatos trazem um repertório de excelência dentro da música popular brasileira, com estilos diferentes. (vide links)

    O interesse pela arte veio do berço, da família de cantores e violeiros, amadores, amantes da música. O aprendizado veio com muita gente parceira na estrada. Destacam-se os palcos divididos com Moraes Moreira, Mestrinho, e Mariana Aydar, e casas como o Teatro Nacional Claudio Santoro (DF), a Caixa Cultural e o JazzB (SP), além do festival CoMA. Em 2019 recebeu o prêmio de melhor intérprete com "Flor de Laranjeira" no Festival da Rádio Nacional Fm Brasília. 

V I D E O C L I P E S

tipografia verm laranj resolucion.png
  • Black Facebook Icon
  • Black Instagram Icon
  • Black Twitter Icon
  • Black SoundCloud Icon
  • Black YouTube Icon

         "Florir a vida é do olhar"
                   (trecho da música "Zawrá")